quinta-feira, 7 de julho de 2016

10/07/2016 - Cesariana a pedido (DOMINGO! NA PRAÇA DA REPÚBLICA!)

Este final de semana nosso encontro será diferente! Convidamos a tod@s para participar de um ato DOMINGO na PRAÇA DA REPÚBLICA contra o Projeto de Lei 5687/2016 que banaliza a cesariana a pedido, autorizando sua realização prematura, o que aumenta gravemente os riscos para mãe e bebê.
Venha conversar conosco sobre o assunto, saber mais sobre os seus direitos e dialogar sobre a autonomia que hoje nos é 'permitida' pelo sistema obstétrico brasileiro.

Traga uma canga ou esteira para fazermos nossa roda bem bonita na praça!

Ah, e teremos pintura de barriga gratuita para as gestantes que quiserem durante o tempo que durar o encontro!

Foto: Guto Nunes

*Relembrando*
Quando: 
10 de Julho de 2016 - DOMINGO de 09h às 11h
Tema: Cesariana a pedido: autonomia ou coação?
Onde: Praça da República em frente ao Teatro da Paz! (buscaremos uma sombra no gramado em frente! Traga canga ou esteira para sentar no chão!)
Cidade: Belém/PA



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O ATO DE DOMINGO:
- Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/510414065808863/
- Vídeo da ativista Raquel Marques, da ARTEMIS, sobre o assunto: https://www.facebook.com/raquel.marques/videos/10206895662974577/


VENHA APOIAR A REAL AUTONOMIA DA MULHER
Na Praça da República (em frente ao Teatro da Paz)
Domingo é dia de luta contra o PL da prematuridade!
Domingo, 10 de julho de 2016, às 9h

No país campeão mundial em índice de cesáreas não precisamos de mais facilidade para esse tipo de procedimento, que mesmo realizado após as 39 semanas ainda envolve muitos riscos para a mãe e o bebê.

O cenário pode se mostrar ainda mais desolador para a saúde da mãe e principalmente para bebês, que estarão sujeitos a prematuridade, entre outros riscos (por falta de informação da mãe e/ou por conveniência médica). O Deputado Federal Victorio Galli, PSC do Mato Grosso protocolou no dia 28/06/2016 o Projeto de lei nº 5687/2016, que corre com rapidez na Câmara dos Deputados. Esse PL autoriza a realização de cesariana eletiva à pedido a partir da 37ª Semana de Gestação, desconsiderando os riscos e índices de mortalidade Materno-Infantil, se apossando do debate virtual em relação à autonomia da mulher.

A escolha da mulher precisa ser respeitada, é claro. Se ela PREFERIR passar por uma cesariana, sua escolha deve ser respeitada. Porém, muitas mulheres escolhem fazer cesariana sem informação de qualidade, e muitos médicos se aproveitam desta situação, e colocam medos infundados, com informações não baseadas em evidências científicas.

Ao contrário do que diz o deputado, esse PL NÃO É SOBRE AUTONOMIA. É sobre tirar a responsabilidade do médico no caso de intercorrências em cesáreas eletivas antes das 39 semanas. É, mais uma vez, o Estado interferindo em nossos corpos e na saúde de nossos filhos em prol de um Sistema obstétrico mundialmente vergonhoso, que só traz malefícios a todos, inclusive à sociedade e ao sistema público e privado de saúde.

AUTONOMIA DE VERDADE É INFORMAÇÃO DE QUALIDADE!
 
Riscos para o bebê em cesáreas fora de trabalho de parto feitas de 37 a 39 semanas de gestação:
★ 2x mais RISCO DE MORTE!!!
★ prematuridade
★ internação em UTI
★ infecções respiratórias
★ febre
 
Riscos maiores para A MULHER em cesáreas fora de trabalho de parto:
★ morte
★ histerectomia
★ trombose venosa profunda
★ choque cardiogênico
★ maior tempo de internação hospitalar