06:47

Pós-parto, o caos que se segue ao nascimento

Publicado por , em
Para quem ainda está pensando só no parto, enxoval, ensaio de gestante e baby-chá, um aviso: a 'aventura' de verdade é depois, após o nascimento, no puerpério. Puer o quê?! É amiga, o minuto seguinte com o bebê no colo e que estende por longos meses. Pode não ser punk. Uma minoria de mulheres relata um pós-parto tranquilo. A maioria entra no looping de  choro, privação de sono, cansaço, dificuldade de amamentar, e ainda precisa lidar com visitas inesperadas e incovenientes, pessoas ao redor sem nenhum conhecimento e empatia com esse momento.
Quem cuida da mãe que acabou de nascer?
Quem são as pessoas mais adequadas a formar a sua rede de apoio?
Que providências tomar antes do bebê nascer?
O que realmente importa?

Imagem retirada do instagram da ilustradora Debbies Grahl

Vamos falar sobre isso?

No sábado próximo, dia 30 de março de 2018, a nossa roda de conversas será sobre o pós-parto, chega mais, traz o pai, parceiro, mãe, sogra, e quem mais estiver escalado para te apoiar nesse momento.
Local: Santa Casa de Misericórdia, sala de educação em saúde, terceiro andar
Endereço: Rua Bernal do Couto, 1040, Umarizal
*
*
*
É necessário fazer inscrição prévia das pessoas que vão participar, com nome e sobrenome, por favor, através  deste link clica aí!

18:01

Mudança de data!

Publicado por , em
Atenção, pessoal!

Nossa reunião, prevista para o próximo sábado, dia 23 de março, será realizada no sábado seguinte, dia 30 de março.

O tema será: Pós-Parto: o CAOS que se segue ao nascimento.





Dia 30 nos encontraremos. Aguardem divulgação do link para inscrição, no decorrer da próxima semana.
05:27

Mitos no parto Encontro de 23/02/2019

Publicado por , em
Olá, pessoas!

No encontro de gestantes do dia 23 de fevereiro, próximo sábado, falaremos sobre os mitos em torno do parto normal. Atentem para as informações e confirmem a participação no link que tá lá no fim deste post!

Sábado, dia 23 de fevereiro de 2019
Local: Santa Casa de Misericórdia, Terceiro andar, sala de educação em saúde
Endereço: Rua Bernal do Couto

Para ir entrando no ritmo dos mitos que serão debatidos no encontro, acompanhem um trecho retirado do site da Dra. Melania Amorim:

"Algumas desculpas referidas pelas gestantes e/ou utilizadas pelos profissionais para indicar uma "DESNEcesárea" (em ordem alfabética)                                                                                

1.   Aceleração dos batimentos fetais
2.   Acidente Vascular Cerebral (AVC) prévio
3.   Adolescência
4.   Alergia a múltiplos fármacos
5.   Alergia à placenta
6.   Altura do fundo uterino pequena para idade gestacional
7.   Ameaça de chuva/temporal na cidade
8.   Ameaça de parto prematuro (?)
9.   Anemia de qualquer tipo (entendam, gestantes, a cesariana vai agravar a anemia, uma vez que a perda sanguínea é cerca de 500ml no parto normal e 1.000ml na cesariana)
10.              Anemia falciforme
11.              Anemia ferropriva
12.              Anencefalia 
13.              Aniversário da gestante ou de qualquer parente próximo (para fazer coincidir a data do nascimento)
14.              Ansiedade materna
15.              Anticoagulação (uso de warfarin que já deveria estar suspenso a termo, uso de heparina de baixo peso molecular, uso de heparina convencional)
16.              Artéria subclávia direita aberrante
17.              Artéria umbilical única
18.              Asma
19.              Assalto ou outras formas de violência (gestante ou familiar foi vítima de assalto, então o bebê pode ficar estressado)
20.              Bacia "muito estreita" 
21.              Bacia androide (“de homem”
22.              Baixa estatura materna 
23.              Baixo ganho ponderal materno/mãe de baixo peso 
24.              Barriga “alta demais”
25.              Barriga “sarada”, porque a musculatura pode prejudicar o trabalho de parto
26.              Bartolinite
27.              Bebê "grande demais" (macrossomia fetal só é diagnosticada se o peso é maior ou igual que 4 ou 4,5kg e não indica cesariana, salvo nos casos de diabetes materno com estimativa de peso fetal maior que 4,5kg. Não se justifica ultrassonografia a termo em gestantes de baixo risco para avaliação do peso fetal). 
28.              Bebê "pequeno demais" 
29.              Bebê alto, não encaixado antes do início do trabalho de parto
30.              Bebê cabeludo



A lista contém 227 itens. Para vê-la completa, no link abaixo
http://estudamelania.blogspot.com/2012/08/indicacoes-reais-e-ficticias-de.html

__________________________________________________________________

No encontro do sábado, falaremos também sobre a supressão de leitos para gestantes de risco habitual, no Hospital de Clínicas. Essa notícia, que deixou a todos preocupados, traz uma sensação de insegurança e desamparo às gestantes da Grande Belém. O fato foi denunciado pelo vereador Fernando Carneiro nas suas redes sociais (Instagram e Facebook). Precisamos falar sobre isso!

Abaixo, imagens de um parto realizado no referido hospital



As fotos foram gentilmente cedidas por Moema e Nélio, do parto da Clarice, nascida de um parto normal humanizado, no Hospital de Clínicas Gaspar Viana, em dezembro de 2018. Moema frequentou o Ishtar desde o início da gravidez, e optou por receber a Clarice no Hospital de Clinicas.


Então, quem vamos no sábado levanta a mão! Te abicora e faz a tua inscrição neste link.
Inscrição gratuita, pode inscrever quantas pessoas quiser!














06:50

Afinal, como funciona esse negócio de parto normal?

Publicado por , em
São tantas as especulações e mitos acerca do parto normal, não é verdade? E infelizmente esses mitos afetam negativamente as mulheres na hora de decidirem sobre o parto.
A imagem abaixo é uma brincadeira que reflete um desses mitos, o de que as mulheres que optam pelo parto normal são diferentonas, descuidadas ou loucas.


No encontro de sábado vamos conversar sobre a fisiologia do trabalho de parto, o tempo, a dor, a espera, as contrações, a dilatação. Reflexo do invisível, do trabalho de um conjunto de hormônios preparando o corpo para expulsar o bebê. Um trabalho interno, silencioso, longo, e que se não soubermos como funciona, como entender o tempo, a espera, a dor?

Bora lá, gente! No sábado próximo, dia 26 de janeiro, de 9 às 11 horas da manhã, na Sta Casa de Misericórdia. Demais informções no link de inscrição AQUI

A participação é gratuita, porém a inscrição é obrigatória para controle da entrada de pessoas nas dependências do hospital. 



10:08

Vem pro Ishtar 2019! Primeira reunião do ano

Publicado por , em
Olá, gente!

Nós, coordenadoras do Ishtar Belém - Grupo de Apoio ao parto normal, ativo e repeitoso - estamos elaborando a nossa agenda de encontros para definirmos as datas dos encontros deste ano. Logo, logo, constará na barra lateral do blog.

Porém, já decidimos a data do primeiro encontro! Será no sábado do dia 26 de janeiro, de 9 às 11 horas da manhã, na Santa Casa de Misericórdia. Fiquem atentos para a divulgação do link para a inscrição que será disponibilizado na semana do encontro.


Abaixo fotos do último encontro de 2018






Reiteramos que os encontros são gratuitos.
Gestantes, levem para o encontro quem vocês quiserem e puderem da rede de apoio de vocês, maridos, namorados, avós etc. É interessante que tenham 'aliados' informados e conscientes nessa busca pelo parto. Vamos lá! Dada a largada para o Projeto Quero Parir 2019!